OCINÓRI - A Tasquinha do Irónico

terça-feira, junho 20, 2006

A AJUDA DIVINA!

Perdoai-me todos os intelectuais que frequentam este reles blog…mas a minha alma não se consegue pôr à parte com todo este fenómeno futebolístico! Também é impossível… é nos noticiários, na rádio, nos jornais, nos cafés, nos restaurantes, nas casas de banho publicas e até (vejam só) nos meus emails a perguntarem se quero comprar bilhetes a 500 euros na candonga…. Haja paciência e saúde para gramar tanta bola!
Estranho… coço o nariz e digo… Huuuummm estranho!
Scolari pede apoio divino à Nossa Senhora do Caravagio, os portugueses à Nossa Senhora de Fátima, os mexicanos à Nossa Senhora de Guadalupe, os brasileiros pedem ajuda a todos e mais algum santo, os sauditas a Alá, os japoneses a Buda…
Bom…
Será?
Será que o campeonato do mundo virou a um campeonato religioso? Será que os adeptos são mais crentes que os santos saibam jogar à bola do que os jogadores das suas selecções?
Se calhar…
(Texto de Rtente (Tentini) - Junho de 2006)

6 Comments:

  • Pois eu tenho que contrapor. Porque estou um bocado pró indignado.
    Tou-me nas tintas para o futebol e acho que são mais os problemas que causa do que os que resolve. Estas competições da treta só nos distraem do essencial: a produção. Os mesmos que agora vendem a alma ao diabo para Portugal ganhar andam o ano inteiro a chorar as futilidades que não conseguem ter e a dizer mal do patrão e do vizinho. E união aparente que o futebol fomenta em nada se afasta do espírito de matilha: uma cambada de canitos que se unem e gritam com voz de falsete contra um inimigo inventado; ao primeiro bafo dão meia volta e piram-se.

    Picado? Um grande bem haja! Viva a produção!

    By Blogger Gustavo, at 10:29 da tarde, junho 20, 2006  

  • Desculpem lá, mas discordo dos dois (bloguista e comentador). Isto do amor à selecção não passa de um plano encapotado para ensinar os portugueses a cantarem o hino nacional. Mas vocês alguma vez ouviram o hino de Portugal na televisão sem ser num evento desportivo? Aquela tanga da religião ser o ópio do povo já era. A nova droga dá pelo nome de bola!

    By Blogger Rafeiro Perfumado, at 10:43 da tarde, junho 20, 2006  

  • Talvez seja mesmo assim, esta sociedade em que vivemos está tão enviesada de valores que será mais facil acreditar que os santos são também eles fortesadeptos de futebol e no seu cadeirão sentados e munidos de água benta, mudam os resultados a seu prazer, tal como nos com o comando mudamos para o canal que mais nos agrada.
    Estamos numa sociedade descrente, em que as fés são outras, em que se endeusam homens que ocupam 5 minutos de ecrã, sejam eles bons ou maus ricos ou pobres, violadores ou assasinos, não interessa o que está por trás dessa máscara, mas sim aquilo que o retângulo mágico nos permite conhecer...São assim eles os magos ou pequenos deuses!
    Sim, são exemplo disso os jogadores da selecção, mas esses têm ao menos o dom de nos fazer sonhar, de nos levantar o moral e colocar sorrisos nos rostos já cansados de tanta mentira corrupçaõ em que se envolvem as massas pseudocriticas e decisórias do país.
    Aos santos, aqueles a que tantas vezes rezo, não por futebol ou outras vaidades, pertivos falar verdadeiramente com eles e talvez num murmúrio os escuteis.
    Desnecessário dserá dizer que sou crente e que toda esta mistura de doutrinas me faz uma enorme confusão.

    By Anonymous Andrea T., at 5:09 da tarde, junho 23, 2006  

  • CORRECÇÂO
    Talvez seja mesmo assim, esta sociedade em que vivemos está tão enviesada de valores que será mais facil acreditar que os santos são também eles fortes adeptos de futebol e no seu cadeirão sentados e munidos de água benta, mudam os resultados a seu prazer, tal como nós com o comando mudamos para o canal que mais nos apraz.
    Estamos numa sociedade descrente, em que as fés são outras, em que se endeusam homens que ocupam 5 minutos de ecrã, sejam eles bons ou maus, ricos ou pobres, violadores ou assasinos, não interessa o que está por trás dessa máscara, mas sim aquilo que o retângulo mágico nos permite conhecer...São assim eles os magos ou pequenos deuses!
    Sim, são exemplo disso os jogadores da selecção, mas esses têm ao menos o dom de nos fazer sonhar, de nos levantar o moral e colocar sorrisos nos rostos já cansados de tanta mentira corrupção em que se envolvem as massas pseudocriticas e decisórias do país.
    Aos santos, aqueles a que tantas vezes rezo, não por futebol ou outras vaidades, permiti-vos falar verdadeiramente e talvez num murmúrio os escuteis e possais ver o que está por trás do véu.
    Desnecessário será dizer que sou crente e que toda esta mistura de doutrinas me faz uma enorme confusão.

    By Anonymous Andrea T., at 5:14 da tarde, junho 23, 2006  

  • Queria só acrescentar, sem querer ferir, nomeadamente, a sensibilidade da andrea, que nos tempos que correm, a mistura de doutrinas já não deve ser considerada confusão - no sentido do incómodo - apesar de ser, efectivamente, uma ganda confusão. Hoje em dia vale tudo, incluido tirar olhos. Se assim não fosse, não me seria permitido dizer umas palermices de vez em quando.

    By Blogger Gustavo, at 10:08 da tarde, junho 23, 2006  

  • E será que não chegamos ás meias finais com a ajuda divina da nossa senhora do caravaggio? (é assim que se escreve?)

    By Blogger Tentini, at 3:39 da tarde, julho 08, 2006  

Enviar um comentário

<< Home